sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Aos senhores: Lourinalda Gurgel e José Bezerra

Criei esta conta em forma de blog para externar minha opinião em relação aos assuntos "relevantes", considerados do ponto de vista da razão e não da emoção. Jamais imaginei  usar este espaço para tratar de picuinhas, mentiras ou assuntos mirabolantes, construídos na mente insana de quem sempre se achou dono do poder ou único provedor do conhecimento.

Amo a vida, respeito as pessoas e dou-lhes a importância que cada uma merece, independente de qual cargo ocupe ou qual função social represente na sociedade. Agora, infelizmente, os dois senhores citados no título desta postagem querem, sem sucesso, atingir minha honra.

Lourinalda: A política é como uma nuvem, de repente muda de lugar...Quantas e quantas vezes vossa senhoria questionou as atitudes do então vice-prefeito Zé Bezerra. Inclusive na época do afastamento do seu irmão, ZB exonerou todos os cargos comissionados, sendo que a senhora pediu para sair antes de ser expurgada do trono. Isso lhe causou inquietação e muitos comentários no blog de Salomão (se não tiver apagado, ainda estão lá). Quanto ao fato de ser autor da lei da ficha limpa, sou com muita humildade, mas também, com muito orgulho. Inclusive a elaboração dessa e outras leis, me deram a alcunha de vereador mais atuante do legislativo janduiense por três anos consecutivos. Vocês querem duvidar até da celeridade da justiça por ter aprovado as nossas prestações de contas. Cuidado, isso é grave; dá processo! Me elegi com responsabilidade e trabalho. Não fui eu quem comprei lideranças e pessoas/famílias para me eleger vereador. Procure para ver se na coligação paz e trabalho teve alguém assim. Certamente não, lá só tinha santo. Salve o credo! A última postagem que fiz aqui sobre a diplomação apenas coincide com o fato de ser no dia 13, dia preferido para vocês. Tem toda uma simbologia e tem sabor de vitória!

José Bezerra: Senhor da vida, da história e do saber...Quero apenas dizer que não fui eu, este simples servidor público e vereador quem disse que o senhor não tinha luz própria, era incompetente, tinha preguiça de trabalhar, e que fosse tomar juízo...Vossa senhoria sabe muito bem, e como sabe, que foi seu neo (sempre) aliado Salomão Gurgel no dia 22 de junho de 2011, numa linda quarta-feira, quem fez essas afirmações. CLIQUE AQUI e leia (outra vez) o artigo. Com relação às reuniões do PSD nunca fui afastado delas, eu tinha direito como vereador do partido de participar. Por decisão própria, eu mesmo deixei de ir, porque não queria ser cúmplice de uma cilada que estava prevista para acontecer, isto é, ter uma segunda candidatura na oposição, somente para atrapalhar e tirar do povo o direito de derrotar sua candidata no pleito passado. A população, inclusive alguns poucos admiradores que você tinha, querem saber e você ainda não deu resposta se na verdade era você ou o prefeito Salomão quem queria dar a prefeitura de presente à então candidata Nailka Saldanha. Você deveria estar com raiva de quem abandonou seu barco furado, eu nunca nele estive. Quanto ao fato de você insinuar que minha vida pública é baseada em práticas ilícitas, graças a Deus, aos meus trinta anos, na vida pública desde os 14, tenho a FICHA LIMPA, não respondo a processos e nunca me elegi com dinheiro sujo. Eu e minha família somos honestos, nunca matei, nunca roubei dinheiro público. Nenhum irmão, primo ou parente meu ostenta qualquer tipo de riqueza, trabalho para garantir a sobrevivência minha e de minha família, honestamente. Eu desafio que prove o contrário. Você e a coligação Paz e Trabalho ficam questionando o tempo todo a eleição de Lígia e não dizem ao povo o que "alguns aliados seus" estavam fazendo com dinheiro sujo, em plena noite do dia 06 de outubro, véspera do dia da eleição, em direção a zona rural (A Justiça vai dizer)...Voltem os seus dedos sujos para si, porque não me tocam e jamais irão enlamear minha simples, mas honrada história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário