terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Comitiva de Janduís na Arena das Dunas

A Arena das Dunas foi inaugurada na noite da última quarta-feira (22/01), em cerimônia que contou com a presença da presidente Dilma Rousseff e do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, além de outras autoridades. Com a entrega do estádio em Natal, já estão prontas sete das 12 sedes dos jogos da Copa do Mundo - a previsão é de que as restantes sejam finalizadas até abril.
Antes da Arena das Dunas, já tinham ficado prontos os seis estádios que foram utilizados também na Copa dos Confederações, em junho - em Brasília, Rio, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador e Recife. Assim, resta agora inaugurar o Beira-Rio (Porto Alegre), a Arena Amazônia (Manaus), a Arena Pantanal (Cuiabá), o Itaquerão (São Paulo) e a Arena da Baixada (Curitiba).
Entre os que ainda faltam ser entregues, o caso mais grave é da Arena da Baixada. Preocupado com o andamento das obras no estádio, Valcke chegou a admitir a possibilidade de Curitiba ser excluída da Copa. No caso do Itaquerão, houve um atraso de três meses por causa do acidente em novembro que matou dois operários, mas a inauguração está prometida para abril.
De Janduís, uma comitiva formada pela prefeita Lígia Félix, vereadores Jozenildo Morais, Adeilson Alves e Ivamar Paiva, secretários e outros convidados, prestigiou a solenidade e pôde conhecer de perto as instalações físicas da Arena das Dunas.
Durante o evento, Dilma fez uma rápida visita pelas instalações da Arena das Dunas, acompanhada pela governadora do Rio Grande do Norte. No centro do gramado, a presidente deu um chute simbólico na bola oficial da Copa para marcar a inauguração. Depois, tirou fotos com alguns funcionários. E foi embora sem discursar, mas fez um breve pronunciamento.

Com investimento de R$ 400 milhões, sendo R$ 396,5 milhões de financiamento federal, a Arena das Dunas foi construída na área onde ficava o antigo Machadão, principal praça esportiva de Natal, que tinha sido erguido em 1972 e foi demolido para ser substituído pelo novo estádio. Ao todo, foram 29 meses de obras, com a participação de cerca de 4.500 trabalhadores.
Ao todo, a Arena das Dunas tem capacidade para acomodar 42 mil torcedores, sendo que 10,6 mil assentos são removíveis. Na Copa do Mundo, o estádio em Natal será palco de quatro partidas, todas válidas pela primeira fase: México x Camarões (em 13 de junho), Gana x Estados Unidos (em 16 de junho), Japão x Grécia (em 19 de junho) e Itália x Uruguai (em 24 de junho).

Nenhum comentário:

Postar um comentário