quinta-feira, 30 de junho de 2011

RESENHA DA SESSÃO ORDINÁRIA

Foi realizada ontem (29/06), mais uma sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Janduís. A reunião foi a última deste período legislativo. Na ocasião, várias matérias foram aprovadas e serão enviadas ao Prefeito Municipal.
O coordenador municipal de juventude, esporte e lazer, senhor Antonio Ismar, vulgo "Valença", esteve participando conosco e discorreu sobre a difícil situação do esporte janduiense. "Estou de mãos atadas, não posso fazer nada. A realidade é que não dispomos nem de bola para os atletas treinarem", lamentou.

Usando a tribuna livre abordei a difícil situação do esporte e pedi providências. Coloquei inclusive que é a falta de políticas públicas para a nossa juventude um dos principais responsáveis pela ociosidade dos nossos jovens. Num período de quinze dias aconteceram três furtos: levaram um data show, uma máquina digital e outros equipamentos da  Creche Tia Alice. Depois furtaram um notebook pertencente a Escola Aluízio Gurgel da sede da Secretaria de Educação e no último fim de semana levaram dois notebooks, dois data shows e uma filmadora do Daniel Gurgel.

Precisamos nos preocupar com os nossos jovens, trabalhar políticas de geração de trabalho e renda, boa educação, saúde, cultura, esporte e lazer. "As pessoas que fizeram esses furtos talvez estavam necessitando para suprir suas necessidades básicas com alimento, vestimenta, estudo e outros. Elas também não têm ocupação, o resultado é trilhar pelos caminhos errados". frisei.

O jovem de Janduís carece de ensino profissionalizante, trabalho, lazer e outras atividades. Sugeri em seguida que na volta do Prefeito Municipal, que encontra-se afastado, possamos discutir melhor isso. Defendi que seja destinada a quantia que for possível para aquisição de material esportivo para os times da cidade e da zona rual. É inconcebível que não exista sequer uma bola para os nossos desportistas realizarem seus treinos, que muitas vezes é o único meio de diversão, principalmente na zona rural.

Ao final, entre outros projetos de lei, aprovamos os projetos de lei 5, 6 e 7/2001, que tratam da instituição do Dia da Consciência Ecológica (05/06), criação da Escola Ecológica e criação do Sistema Municipal de Conscientização Ambiental, respectivamente. De nossa autoria ainda foi aprovado o requerimento nº 7/2011, o qual solicita a Secretaria de Assuntos Fundiários e Reforma Agrária o georreferenciamento do município de Janduís.

Um comentário:

  1. Estou sonhando ou acordado? Cidade conhecida nacionalmente está nesta situação.Lembro quando era jovem dos briglos de Cibanca, velocidade do centro avante Lidomar, da rigidêz do zagueiro Lourival, do atleta quase perfeito Antonio Furão, da zouada de Orlando de Sverino da Velha,maciêz de Laêrcio de Lelpodina e você vém com esta dizendo que Valença disse:"Estou de mãos atadas, não posso fazer nada. A realidade é que não dispomos nem de bola para os atletas treinarem", lamentével. Coisa tão barata.

    ResponderExcluir