sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Julgamento Técnico...

Todo mundo sabe que todo mundo sabe que a a Assembleia Legislativa é a casa do povo. É o poder responsável pela confecção das leis e, de forma subsidiária, cabe também o poder de julgamento.

Papel que deve assumir nos próximos dias, quando decidirá o destino da governadora Rosalba Ciarlini no processo de Impeachment posto pelo Sindisaúde e susbcrito por dois vereadores de Natal.
No pedido, o impedimento da governadora Rosalba e seu vice Robinson permanecerem administrando o Rio Grande do Norte e a substituição pelo presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

Acontece que essa ordem não depende do pedido, mas da lei, da Constituição. Ou seja, a regra é clara; caso o pedido de impeachment prospere, quem assume o Governo é o presidente da Assembleia, deputado Ricardo Motta (PROS).

Ontem, em entrevista ao Jornal do Dia, Motta disse que a Comissão de Constituição e Justiça vai analisar o processo de forma eminentemente … técnica. Isto é, mesmo as afinidades políticas entre a Governadora Rosalba e os deputados estaduais não sejam das maiores nesse momento, não haverá de interferir no resultado final. Aliás, como deve ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário