domingo, 22 de janeiro de 2017

A caixa de pandora da LAVA JATO...

Com o ouro de Serra Pelada, Carlos Alberto Filgueiras construiu, em 2000, o primeiro hotel-boutique de São Paulo, com apenas 56 quartos, onde a diária mais barata custa, hoje, em torno de 2 mil reais.
Nesses quinze anos o Hotel Emiliano e seu proprietário foram citados centenas de vezes nas mais badaladas colunas sociais, graças à sua clientela estrelada, que ia do cantor Roberto Carlos à upermodel Gisele Bundchen, para citar apenas dois.

Esta semana passaram das colunas sociais às manchetes policiais com a morte de Filgueiras no acidente com seu avião, onde também viajava um de seus amigos do peito, o ministro do STF Teori Zavascki. E assim, ficamos conhecendo o "hotel da Lava Jato", ou seja, a tragédia abriu a caixa de Pandora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário