sexta-feira, 29 de julho de 2011

CRIME DENTRO DA PENITENCIÁRIA DE ALCAÇUZ

Antônio Maia dos santos, o “Baiano” ou "Mainha", foi morto a tiros dentro da penitenciária na tarde de ontem (28) dentro da penitenciária estadual de Alcaçuz. O assassino é o também detento Humberto Alves Saldanha, o "Galego de Antenor". O crime ocorreu por volta das 13h50 quando os apenados estavam na enfermaria da penitenciária.
Segundo o coordenador da administração penitenciária (coape), José Olímpio da Silva, informou que todos os detentos participam de uma campanha de vacinação dentro da unidade e foi nesse momento que “Galego de Antenor” se aproveitou para cometer o crime. “ele saiu da enfermaria logo atirando contra o Baiano, que não teve reação”, disse.
Após matar o detento, “Galego de Antenor” foi surpreendido pelos agentes penitenciários e houve uma troca de tiros dentro da penitenciária. “ele foi ferido e socorrido ao hospital”, declarou o coordenador. José Olímpio informou que a arma usada no crime foi um revólver calibre 38 com numeração raspada. "se repete a história de uma arma entrar aqui dentro do presídio", lamentou.    

O diretor do Presídio informou ainda que será instaurada uma sindicância interna para apurar como a arma do crime chegou às mãos do detento. Galego de Antenor responderá também em flagrante por homicídio.

Um comentário: