quarta-feira, 22 de março de 2017

Dia mundial da água: mais ação, menos comemoração!

A imagem que ilustra esta postagem serve de reflexão para o atual momento e as futuras gerações. E se essa fosse a última gota? Infelizmente, não temos muito o que comemorar neste dia. A nossa região oeste, encravada no semiárido nordestino, sofre com as consequências da seca.
Contudo, mais preocupante ainda são as atitudes que são tomadas diariamente com o desperdício de água, o que tem tornado cada vez mais raro e difícil, a chegada do nosso bem mais precioso. Os reservatórios principais do nosso estado apenas estão recuperando sua capacidade mínima, as chuvas milagrosas que temos recebido não são suficientes.

O nosso planeta é composto 97% de água. Porém, apenas 3% são de água doce e 0,01% serve para o consumo humano. Não é brincadeira de ficção! Especialistas que atuam na área afirmam que teremos sérios problemas com a falta de água no Brasil e no mundo a partir de 2020.

Calcula-se que 3,9 bilhões de pessoas no mundo podem sofrer com a falta de água até 2030, o que representa 47% da população mundial estimada para esse mesmo ano. Hoje grande parte das fontes de água, tais como rios, lagos, represas, entre outras, já estão contaminadas pela ação predatória do homem.   

Vamos nos conscientizar em casa, no trabalho, na sociedade em geral, da importância que é preservar o meio ambiente, evitar queimadas, desmatamentos, desperdício de água e outras ações que aumentam a cada dia a escassez de água, prejudicando o ar e nossa saúde como um todo. Água é vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário