quinta-feira, 19 de maio de 2011

PSICOPEDAGOGIA NAS ESCOLAS DO RN

O deputado Walter Alves protocolou na sessão plenária de ontem, o projeto de lei que prevê a obrigatoriedade da assistência psicopedagógica na rede pública de ensino médio do Rio Grande do Norte.
 
O projeto tem entre outros objetivos, reduzir problemas já existentes e criar alternativas preventivas junto à comunidade escolar, professores, pais e responsáveis.
 
De acordo com o peemedebista, “muitas dificuldades poderiam ser evitadas se existissem profissionais habilitados que dessem um acompanhamento psicopedagógico aos estudantes, professores e pais dos alunos”.
 
O projeto, se aprovado, deve ser implementado em todas as escolas do Rio Grande do Norte que hoje não tem a obrigatoriedade da presença de um psicopedagogo nas instituições.
 
“Acompanhamos os obstáculos descobertos, nessa área, ouvindo todas as partes envolvidas no processo de educação das nossas crianças e adolescentes. Muitas das dificuldades criadas poderiam ter sido evitadas se existissem profissionais habilitados que dessem um acompanhamento psicopedagógico aos estudantes, aos professores e aos pais”, relatou o deputado estadual Walter Alves.
 
Foi pensando nos alunos que apresentam problemas de aprendizagem ou de comportamento que são facilmente identificados e, tantas vezes, discriminados ou rotulados no âmbito das escolas, que Walter Alves apresentou esse projeto de lei.
 
“O problema é que não basta identificá-los, agrupá-los em salas de “reforço” e/ou promovê-los na expectativa de que, sozinhos ou com o programa de “recuperação” padrão, superem suas dificuldades de aprendizagem ou se tornem disciplinados ou maduros, por isso a importância do profissional psicopedagogo”, reforçou.
 
O parlamentar do Partido do Movimento Democrático Brasileiro citou que o projeto tem por função inibir comportamentos decorrentes de transtorno bullying.
 
Com informações de Luis Juetê -  Jornal Gazeta do Oeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário